‘A Ponte representa tudo para mim’, declara Kleina após triunfo no encerramento da Série B

Ao conseguir uma vitória marcante diante do vice-líder Coritiba, por 3×2, na última sexta-feira (26), a Ponte Preta foi capaz de encerrar de maneira positiva uma campanha melancólica e conturbada na Série B de 2021. Logo após o apito final, o técnico Gilson Kleina foi ovacionado e pôde ser visto retribuindo o carinho da torcida com aplausos e declarações fortes acerca do valor que a Macaca carrega em sua vida pessoal e profissional.

Para saber de tudo da PONTE PRETA, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

“A Ponte representa tudo para mim. Foi ela que me colocou no cenário nacional, aquela que me levou a trabalhar em grandes competições. Já decidi final do Paulista, subi para a série A, disputei sulamericana, ficamos no G6 numa série A, tivemos arrancada épica no Brasileiro e agora a luta desse ano. Tudo aqui sempre foi muito marcante e intenso, muitas vezes com dificuldade, mas sempre terminou com coisas boas. O próximo passo, se acontecer, é pensar em algo maior, com pés no chão, vendo a realidade, sempre sendo transparente com a torcida. Até porque o Paulista é série A do primeiro semestre, muito equilibrado”, disse.

Mantendo-se no questionamento sobre seu futuro dentro do clube, o comandante expôs incerteza por ainda não ter tomado a decisão de maneira conjunta com a nova gestão da diretoria. “A gente está numa transição de gestão, vai iniciar uma nova diretoria na outra semana, e na segunda-feira eu já marquei uma situação para encaminhar minha vida com a Ponte. Sempre deixei claro que vou respeitar qualquer tipo de escolha. Se for permanência, é se entregar mais uma vez de corpo e alma, começar um novo processo no qual a entrega vai ser a mesma, teremos um conceito moderno, vamos potencializar as individualidades e fazer ajustes coletivos para ter crescimento, entender a identidade e o perfil que nós queremos. Se não continuar, é gratidão e um amor eterno”, declarou.

+ [block]12[/block]

Já sobre o duelo diante do Coritiba, Kleina fez questão de exaltar as boas atuações dos jovens formados na base do clube campineiro. “A molecada deu conta do recado. São jogadores que estão virando realidade, é um trabalho de maturação. A gente fica feliz pelo jogo de ontem e sempre gosto de salientar a formação que é feita na Ponte. Nós viemos para esse jogo com a responsabilidade de terminar bem”, pontuou.

Por fim, o treinador exaltou a entrega do elenco como um todo para a obtenção da virada no placar e, eventualmente, o triunfo. “O Coritiba veio com sete titulares, tanto é que tivemos dificuldades no começo. Nossa equipe não ficou compacta, acho que bateu nervosismo, e o intervalo foi fundamental para corrigir essas ações. Se bem que no primeiro tempo a gente teve boas chances também. O time jogou leve, falei que tinha de fazer o nosso jogo fluir. Fomos pegando força, a molecada tem essa ambição, tem essa vontade. Fico feliz que nossos atletas viraram essa partida e reservaram esse momento para a torcida”, concluiu.