Alberto Valentim celebra a vitória contra o Bragantino: ‘É uma vitória muito importante’

Neste domingo (7) o Athletico derrotou o Red Bull Bragantino pela trigésima rodada do Campeonato Brasileiro, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. O resultado de 2 a 0 aumentou a vantagem do clube em relação a zona do rebaixamento e o clube volta a se reaproximar do grupo para a próxima Libertadores. O jogo foi marcado pelo falecimento de Barcímio Sicupira Júnior, ídolo e maior artilheiro do Furacão.

O treinador Alberto Valentim valorizou o triunfo rubro-negro e comenta sobre a importância de ter vencido o time paulista:

– É uma vitória muito importante para nossos objetivos no Brasileiro. No último jogo, em casa, a equipe jogou bem e foi um pecado não termos vencido. Hoje precisávamos muito desses três pontos e gostei muito da equipe. Os jogadores estão de parabéns pela entrega e por tudo o que foi feito. Estamos muito felizes – exalta o comandante.

Para saber tudo sobre o Athletico, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Além do resultado, o técnico Alberto comentou sobre como foi possível sair com os três pontos na tarde deste final de semana: 

– Aqui (em Bragança Paulista) é muito difícil jogar. O Red Bull é um time que está bem no campeonato, que coloca dificuldades muito grandes ao adversário. Viemos sabendo disso. Fizemos um bom primeiro tempo, mesmo com o placar fechado. Fizemos um gol com o Marcinho e depois sofremos um pouco. Não é o que a gente quer, baixar essa linha defensiva, mas o adversário veio com uma força maior e o time se comportou muito bem defensivamente – explicou Valentim.

Com o gol marcado por Pedro Rocha, jogador vindo do banco de reservas o treinador aproveitou para comentar sobre a eficácia dos atletas que entram no decorrer das partidas: 

– Eu sempre falo que é muito importante o desempenho dos jogadores que entram no decorrer da partida. Foi assim contra o Flamengo no Brasileirão e também hoje. Estão de parabéns todos os que entraram, porque não deixaram a equipe cair nem física nem taticamente – destacou Alberto.

Por fim, o chefe da comissão técnica lamentou o falecimento de Sicupira, ídolo do clube, e falou das vezes que se encontrou com o “craque da 8” e sobre o tamanho e impacto do ex-jogador: 

– Ficamos muito tristes. O Thiago Heleno, no vestiário, pediu uma oração para o Sicupira. O Athletico perdeu um grande ídolo. Meus sentimentos à família e às pessoas mais próximas a ele. Tive o prazer de conhecê-lo em 1996, como comentarista esportivo, e encontrá-lo em outras oportunidades. É a perda de um grande ídolo, com uma grande história – finalizou a declaração Alberto Valentim.