Análise: Michael comanda goleada do Flamengo sobre o São Paulo

32ª rodada do Brasileirão e o Flamengo de Renato Gaúcho voltou a golear. A bola rolou no Morumbi e com menos de um minuto, em uma falha infantil de Miranda e Liziero, Bruno Henrique lançou Gabigol, que fez o primeiro gol do Flamengo.

Aos três, Michael fez fila pela esquerda da defesa do São Paulo e fez um lançamento preciso para Bruno Henrique: 2 a 0. Aos nove, o adversário que vinha muito mal ficou pior ainda com a expulsão de Calleri, que deu um carrinho violento em David Luiz.

Aos 12, David Luiz também levou cartão amarelo, pois acertou a canela de Rigoni depois de uma falha que levou perigo para a meta de Hugo Souza.

Aos 41, Michael fez outro gol lindo: 3 a 0. O Flamengo dominou o jogo desde o primeiro minuto e não deu nenhuma oportunidade para o São Paulo trabalhar. O primeiro tempo do time da Gávea foi brilhante.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

No segundo período, Renato Gaúcho mexeu de cara, colocando Bruno Viana no lugar de David Luiz, que deixou o campo sentindo a canela. Aos 10 minutos do período complementar, uma sobra de bola na esquerda, Bruno Henrique recolheu e deu um passe preciso para o quarto gol do Flamengo, marcado por Michael. Este foi o 13º gol do atacante e ele termina o domingo como artilheiro absoluto do Campeonato Brasileiro.

Todo time rubro-negro jogou muito bem e com muita disposição. Mas, o melhor jogador em campo foi, sem dúvida, Michael.

O técnico Renato Gaúcho aproveitou o placar dilatado para poupar alguns jogadores titulares. Aos 20 minutos, ele colocou Rodinei no lugar de Matheuzinho e Kenedy no de Gabigol. Não parou aí. Aos 29, colocou Piris da Motta na vaga de Willian Arão, que mais uma vez trabalhou muito e estava cansado.

Só aos 30 minutos que a defesa do Flamengo permitiu que Hugo Souza trabalhasse fazendo uma defesa em um arremate de Reinaldo.

+ Sob a batuta de Michael, Flamengo sobra no Morumbi, goleia o São Paulo e mantém vivo o sonho do título

+ Michael prega humildade após brilhar novamente pelo Flamengo: ‘não sou melhor do que ninguém’

Quem saiu do Morumbi, hoje, com um sorriso largo foi o técnico Renato Gaúcho, pelo futebol preciso e brilhante que o Flamengo desenvolveu no estádio Cícero Pompeu de Toledo.

 Rodrigo Caio cedeu seu lugar para Gustavo Henrique, porque sofreu mais uma contusão na panturrilha. Duas grandes atuações, também no meio de campo do Flamengo, foram de Andreas e Everton Ribeiro.

Pelo que jogou hoje, parece que a equipe comandada por Renato Gaúcho reencontrou o futebol vistoso e preciso do início do Campeonato Brasileiro. Ainda faltam algumas rodadas, mas a nação rubro-negra tem esperança de poder vibrar com novas vitórias.