Análise: Renato precisa olhar mais para o próprio time do Flamengo antes de criticar arbitragem

Faltando apenas uma semana para a grande final da Libertadores, o Flamengo de Renato Gaúcho parece finalmente ter reencontrado a boa fase. Neste sábado (20), o Rubro-Negro alcançou a quarta vitória seguida ao vencer o Internacional por 2 a 1, no Beira Rio, aumentando a confiança na véspera da decisão continental. Apesar da vitória, Renato voltou a criticar a arbitragem, afirmando que o Flamengo não está na disputa por conta dos erros cometidos contra a equipe no decorrer da competição.

O Flamengo alcançou a quarta vitória seguida na temporada. O Rubro-Negro foi ao Beira Rio e derrotou o Internacional por 2 a 1, na tarde deste sábado (20), pelo Campeonato Brasileiro. Apesar da vitória, o técnico Renato Gaúcho voltou a criticar a arbitragem, afirmando que a sua equipe não está mais na disputa do título por conta dos decorrentes erros contra o seu time na competição.

Para aqueles que acompanham o Flamengo de perto e assistem a todos os jogos da equipe na temporada, parece mais uma maneira do treinador tirar a responsabilidade dos maus resultados nos últimos meses que de fato resultaram na saída da equipe da disputa de mais um título nacional. Vale lembrar que o próprio Renato entregou o cargo após a eliminação na Copa do Brasil, diante do Athlético-PR, por 3 a 0, no Maracanã.

Quando a fase está boa, como no momento, Renato se vangloria e joga a culpa dos maus resultados na arbitragem, mas o torcedor do Flamengo, que há um mês não tinha mais paciência com o treinador, não vai se deixar cair novamente nos contos de Renato. Mesmo se for campeão diante do Palmeiras no próximo sábado (27), o técnico está longe de ser unanimidade para a próxima temporada, diante dos tropeços cometidos neste ano, quando o Flamengo disputava três competições quando o treinador chegou e agora só tem chances reais de título em uma ao final da temporada.

A grande pedra no sapato da carreira de Renato Gaúcho como treinador continua sendo sua arrogância, emitindo desculpas para se justificar quando seu trabalho não tem os resultados esperados por onde passa. Quando estava no Grêmio, pouco tempo atrás, afirmou que a mídia deveria esperar um futebol bonito do Flamengo, uma vez que o time investiu milhões e milhões nas contratações para reforçar a equipe. Agora, que comanda o time, dá desculpas e joga a culpa na arbitragem quando não consegue fazer o time milionário jogar bem. Não há como saber o que vai acontecer na final da Libertadores, no próximo sábado (27).

Antes da final continental, o Flamengo enfrenta o Grêmio, nesta terça-feira (23), às 21h (Brasília), fora de casa, pelo Brasileirão. Somente então que a equipe de Renato Gaúcho poderá redirecionar suas atenções para a final da Libertadores, que acontece no próximo sábado (27), contra o Palmeiras, no Uruguai.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.