Arizona Cardinals e James Conner fecham renovação por três temporadas

Após perder Christian Kirk para os Jaguars, o Arizona Cardinals fechou com James Conner por mais três anos. O running back, que chegou na equipe na última temporada, teve um grande desempenho no ataque da franquia e certamente será uma arma muito utilizada por Kliff Kingsbury na próxima temporada da NFL.

O novo vínculo de James Conner será de três anos por 21 milhões de dólares (R$ 107,5 milhões na conversão atual). Do montante, 16 milhões (R$ 81,9 milhões) serão pagos nos dois primeiros anos. Em Arizona, o jogo terrestre virou uma arma imprescindível principalmente com um nome que se adaptou tão bem ao elenco.

Depois de um começo empolgante em que a equipe ficou com invicta durante os oito primeiros jogos, os Cardinals caíram de produção, mas ainda assim chegaram aos playoffs. No entanto, a equipe ainda avançou para os playoffs, mas caiu para os Rams no wildcard. Mesmo na fase ruim, Conner foi um dos principais personagens com 18 touchdowns e mais de 1100 jardas produzidas.

A chegada de Conner aos Cardinals se deve ao período em baixa em Pittsburgh. Draftado na terceira rodada de 2017, o running back teve um primeiro ano apagado, cresceu no segundo, mas sofreu com lesões, que limitaram seu tempo em campo e obviamente as atuações. Apesar de ter melhorado os números em 2020, o camisa 6 deixou a equipe sem renovar o contrato e chegou em Arizona em busca de aumentar e se firmar na liga.

GRANDES MUDANÇAS EM ARIZONA

O primeiro dia da free agency foi muito movimentado para Arizona. A equipe manteve o linebacker Dennis Gardeck em um acordo de 12 milhões de dólares e três anos e renovou por mais duas temporadas e 7,5 milhões com o quarterback Colt McCoy. Mais movimentações são esperadas para que a equipe, que renovou recentemente com o técnico Kliff Kingsbury corresponda diante da queda de desempenho e a dura eliminação na temporada passada.