Atuações ENM: No Maracanã, Michael faz dois e garante vitória do Flamengo sobre o Atlético-GO; veja notas

Diego Alves: Não teve muito trabalho porque o Atlético jogou muito recuado. Quando foi chamado, foi perfeito. No final da partida, em uma investida de Zé Roberto, cara a cara, o goleiro do Flamengo mostrou que é realmente um dos melhores do futebol brasileiro. Nota: 6.

Isla: Não foi o apoiador de sempre. Durante todo o primeiro tempo, teve o corredor da direita à sua inteira disposição e em muitas oportunidades não conseguiu seu objetivo de servir bem aos seus companheiros. Salvou-se no passe que deu para Michael fazer o primeiro gol do Flamengo, quando a partida estava difícil para o time de Renato Gaúcho. Nota: 6.

Rodrigo Caio: Em vários momentos se adiantou e tentou aumentar o placar da partida. O que de melhor aconteceu é que ele mostrou que está inteiramente recuperado e pode servir ao Flamengo nos próximos compromissos. Nota: 6.

David Luiz: Foi bem. Tem um defeito que deve ser corrigido pelo técnico Renato enquanto há tempo. David Luiz, em muitos lances, tem a mania de arrancadas para o ataque levando perigo para a meta adversária, mas não volta com a velocidade exigida para retornar à sua posição. Não foi diferente no jogo de hoje. Nota: 5,5.

Ramon: Não teve muito trabalho porque o ataque do Atlético-GO não se adiantava e quando a bola chegava em sua posição, ele estava sempre bem colocado. Pena que no apoio, no seu setor, ele não foi positivo. Nota: 5.

+ Em noite iluminada de Michael, Flamengo vence o Atlético-GO no Maracanã

+ David Luiz comemora retorno aos gramados e elogia departamento médico do Flamengo: ‘Fizeram um grande trabalho’

Willian Arão: É, pelo menos, a terceira partida que ele sente dificuldade em coordenar as jogadas de meio de campo, o que ele fazia com muita facilidade. Na noite de hoje, o adversário marcou em cima e não permitiu vida mole para o meio de campo rubro-negro. Nota: 5,5.

Andreas: Outra vez não foi o jogador brilhante do meio de campo que a torcida rubro-negra esperava. Lento, sem inspiração, errou mais do que acertou. Já tinha cartão amarelo e foi substituído em boa hora por Thiago Maia. Eram 15 minutos do período final. Nota: 5.

Everton Ribeiro: Teve uma participação discreta no primeiro tempo, mas mostrou sua categoria e presença quando recebeu um passe de David Luiz e organizou com precisão a jogada para Michael fazer o primeiro gol do Flamengo. Nota: 6.

Michael: Foi o nome do jogo. Em todos os lances que foi chamado, demonstrou que atravessa um período de ouro na equipe comanda por Renato Gaúcho. Arisco, com presença constante pelas pontas, ele é um perigo para a zaga inimiga. Foi o autor dos dois gols da vitória do Flamengo. Nota: 8.

Bruno Henrique: Ainda não recuperou sua forma e na noite de hoje mostrou que sente dificuldades para realizar aquelas arrancadas perigosas tão temidas pelo adversário. Para piorar a situação, pisou em um buraco do gramado do Maracanã e sentiu o tornozelo. Felizmente não foi nada grave, mas assustou a massa rubro-negra. Nota: 5.

Gabigol: No primeiro tempo, não jogou metade do futebol que tem. Parece que também ainda não está na sua melhor condição física. Como artilheiro, não conseguiu acertar a meta do Atlético-GO durante toda a partida. Para piorar, levou cartão amarelo por reclamação. Sua virtude foi jogar recuado na intermediária, buscando jogo e fez uma jogada perfeita para o segundo gol de Michael. Nota: 5,5.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

SUBSTITUIÇÕES:

Matheuzinho: Renato sacou Isla e colocou Matheuzinho. O técnico do Flamengo fez bem, porque nos próximos compromissos o chileno estará servindo sua seleção nas eliminatórias para a Copa de 2022. Matheuzinho jogou bem e vem se firmando a cada jogo. Nota: 6.

Thiago Maia: Entrou no lugar de Andreas aos 15 minutos do período final e jogou bem melhor do que o titular. Aumentou a segurança no meio de campo e serviu seu ataque, por muitas vezes alimentando Michael, Bruno Henrique e Gabigol. Nota: 6.

Vitinho: Sem nota.

Rodinei: Sem nota.

João Gomes: Sem nota.