Carille volta à Arena pela primeira vez como adversário do Corinthians

Promovido à técnico efetivo do Corinthians ao final de 2016, Fábio Carille teve uma trajetória vitoriosa na equipe em que também foi auxiliar por quase uma década, marcada pelo tricampeonato paulista entre 2017 e 2019, além do título brasileiro em 2017.

Apesar do histórico representando o clube do Parque São Jorge, hoje o técnico ainda utiliza as cores branca e preta, mas desceu para a baixada santista para ser o treinador do Santos.

Neste domingo (21), no Clássico Alvinegro entre Timão e Peixe, jogo válido pela 34ª rodada do Brasileirão 2021, Carille irá pela primeira vez enfrentar a equipe que projetou seu trabalho à beira do gramado no futebol brasileiro, justamente na Neo Química Arena, local que deu seus primeiros passos como comandante.

Para saber tudo sobre o Corinthians, siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitter Facebook.

Além dos títulos já citados, o treinador, nos tempos de Corinthians, enfrentou sua atual equipe nas duas passagens que teve pelo clube do Parque São Jorge.

Em nove jogos, o treinador somou três vitórias, três empates e três derrotas, chegando a um aproveitamento de 44%. Uma das derrotas, porém, acabou com gosto doce mesmo com revés.

Nas semifinais do Paulistão 2019, o Corinthians perdeu para o Santos por 1 a 0, no estádio do Pacaembu, porém, por ter ganho o primeiro jogo na Arena, levou a decisão para os pênaltis. Nas penalidades, melhor para os comandados de Carille.

Fazendo um recorte apenas de jogos na Neo Química Arena, o aproveitamento do treinador cresce para 73%, já que ganhou três duelos e empatou outros dois, não sendo derrotado nenhuma vez.

O técnico chegou a comentar sobre o clássico deste domingo. Com serenidade, Carille afirmou que espera um clima tranquilo por parte da torcida do Corinthians em relação a ele.

– Clássico é sempre empolgante e gostoso de jogar. Claro que vamos em uma situação um pouco mais tranquila, não totalmente tranquila. Sabemos que precisamos de alguns pontos, mas a sequência vai dando confiança, fica mais fácil para trabalhar, mesmo sabendo que temos muita coisa para melhorar, em cima de resultados, pontuação, e somando pontos é muito mais fácil – disse Carille.

No comando do Santos, o treinador ainda não conseguiu vencer um clássico. Nos dois que disputou pelo Peixe, empatou com o São Paulo em 1 a 1, e perdeu para o Palmeiras por 2 a 0.