Cavichioli ressalta dificuldades do jogo e diz que América-MG está em crescente

O goleiro Matheus Cavichioli, apesar do gol tomado, foi um dos grandes destaques no empate em 1 a 1 entre América-MG e Juventude. O arqueiro valorizou o ponto conquistado pelo Alviverde e comentou que o time vive bom momento e, por isso, precisa pensar no próximo jogo.

Em entrevista concedida ao final da partida, Matheus Cavichioli, que já jogou no Juventude, apontou as dificuldades encontradas pelo América-MG, que dão, ainda mais, força ao empate como bom resultado.

– Foi uma partida difícil. É sempre muito difícil jogar aqui. Eu sei disso porque fiz parte, ainda mais com a volta da torcida, que empurra o tempo todo. Até mesmo quando tomaram o gol, a torcida começou a gritar mais forte. Então, é um lugar muito complicado O futebol gaúcho tem por característica um futebol mais forte, de dividida e disputa de bola -, opinou.

+Atuações ENM: Juninho marca cedo, mas América-MG tem pouca criatividade e empata no Sul; veja notas

Cavichioli ponderou que o América-MG vive um bom momento no campeonato, vivendo uma invencibilidade oito jogos. Para o camisa 1, o Coelho fez um grande e tem de pensar no Internacional.

– A gente vem numa crescente, numa melhora. Fizemos grandes jogos contra grandes equipe, hoje mais um jogo frente a uma grande equipe também. Todo mundo fala que é um adversário direto, mas acho que não tem nada a ver. Todos os adversários são diretos. Mas agora é descansar e pensar na próxima partida -, falou.

Com o empate, o América-MG segue na 10ª posição, com 31 pontos conquistados no Brasileirão.