Com contrato até abril de 2022, meia Rafinha pode deixar o Coritiba antecipadamente

Neste domingo (21) o Coritiba recebeu o CSA no Couto Pereira em partida válida pela 37ª e penúltima rodada desta Série B. Apesar da derrota por 1 a 0, o Verdão já havia garantido o acesso à Primeira Divisão e atingiu seu principal objetivo da temporada.

Com um rendimento abaixo do que o Coxa mostrou durante boa parte do campeonato, o grande destaque dessa última partida dentro de casa foi o meia Rafinha. Já com seus 38 anos de idade, entregou um ótimo futebol durante todo o tempo que esteve em campo, até ser substituído nos minutos finais da partida, onde saiu aplaudido pelos mais de 32 mil torcedores que estavam presentes.

Para saber tudo do Coritiba siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagrame Facebook

O contrato do meia com o Coritiba vai até abril do próximo ano, até o final do Campeonato Paranaense, mas após o jogo de hoje, muitos sentiram que o jogador poderia estar se despedindo do time mesmo antes do fim de seu contrato. Nas últimas entrevistas que participou, disse que não pensou muito em aposentadoria no decorrer deste ano, pois seu foco era unicamente alcançar o acesso à Série A.

Em entrevista ao SporTV após a partida deste domingo, Rafinha falou que seu futuro depende de conversa com os familiares:

— Vou pensar o que eu vou fazer da minha vida, se vou continuar ou não. O mais importante era conseguir o acesso com esse clube. Nessa última semana foi complicado para mim. Vou pensar na minha família, vou conversar de novo, para ver se eu continuo ou se foi um adeus com o objetivo conquistado. – respondeu o veterano.

Em sua segunda passagem pelo Verdão, sendo de 2010 a 2013 e de volta em 2019 e onde está até hoje, o camisa 7 soma ao todo 253 jogos com a camisa Alviverde. Apesar de não ter sido cria da base do clube, criou uma grande identificação e seus filhos são torcedores Coxas-Brancas, assim como ele se tornou e sua mulher.