Com gol olímpico, Brasil de Pelotas vence o Náutico pela Série B

Na noite desta quinta-feira (28), Brasil de Pelotas e Náutico deram sequência na 32ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Ainda sonhando com o acesso para a primeira divisão, o Timbu acabou derrotado pelo lanterna Xavante, por 3 a 2. Renatinho, duas vezes e Leandro Camilo, nos acréscimos, marcaram os tentos da vitória dos gaúchos, enquanto Vinicius e Júnior Tavares descontaram para os pernambucanos.

Com a derrota, o Náutico vê o sonho do retorno para a Série A mais distante. Agora na 9ª colocação. com 45 pontos, o Timbu está oito atrás do Goiás, primeira equipe dentro do G-4. Na próxima rodada, para tentar iniciar uma última, e improvável, arrancada o time pernambucano enfrenta outra equipe que briga para não cair, o Brusque, na terça-feira (02).

A situação do Brasil de Pelotas, apesar dessa vitória sobre o Náutico, segue praticamente irreversível. Na lanterna da competição, o Xavante está distante 12 pontos do Brusque, primeiro time fora do Z-4, faltando 18 para serem disputados. Graças ao triunfo, o rebaixamento não pode ser decretado na próxima rodada, em caso de derrota para o Avaí, no Bento Freitas, também na terça-feira (02), mas, mesmo com 100% na reta final, dificilmente o Brasil escapará.

Para saber tudo sobre o Campeonato Brasileiro Série B, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Primeiro tempo animado

A primeira etapa foi extremamente movimentada desde o início. Com menos de cinco minutos, o placar já estava aberto pelo Brasil de Pelotas. Em cobrança de escanteio, Renatinho arriscou e marcou um gol olímpico. Mesmo na frente do placar, o Xavante seguiu no ataque, e só não ampliou, pois Erison e Leandro Camilo perderam chances incríveis, livres dentro da área. E, como diz a máxima do futebol, “quem não faz, leva”. Aos 27 minutos, Caio Dantas escorou e Vinicius chegou finalizando com categoria, para igualar o marcador. O Náutico, ainda, quase virou na sequência, mas Jean Carlos parou em boa defesa de Marcelo. Ao todo, oito finalizações para cada lado e o duelo foi para o intervalo com o 1 a 1 no placar.

Segundo tempo de emoção no final

Precisando urgentemente do triunfo, e se vendo jogando melhor que o Náutico, o Brasil de Pelotas voltou do intervalo com o mesmo ímpeto que iniciou a partida. Aos 15 minutos, após mão do defensor do Náutico, Renatinho conseguiu recolocar o Xavante na frente, cobrando pênalti. Dois minutos depois, os gaúchos chegaram a ampliar, mas um impedimento de Rildo na origem acabou anulando o lance.

Quando o jogo já se encaminhava para o final, com a vitória do Brasil de Pelotas no placar, veio novo empate do Náutico. Em cobrança de escanteio, Júnior Tavares aproveitou o desviou para se ver livre e igualar o marcador. No entanto, aos 47 minutos, Leandro Camilo conseguiu ganhar de cabeça, também em escanteio, para garantir os três pontos emocionantes para os gaúchos, pelo placar de 3 a 2.