Destaque do jogo, Patric dedica gol ao filho e segue sonhando com América-MG na Sul-Americana

Na volta da torcida à Arena Independência, o América-MG fez bonito e venceu o Palmeiras por 2 a 1, muito por conta de Patric, que marcou o gol de empate e foi um verdadeiro leão em campo. Após a partida, o camisa 29 falou sobre o jogo e projetou o futuro do Alviverde.

Aos 28 minutos do segundo tempo, Patric recebeu de Ademir após escanteio curto, bateu pro gol e em chute de rara felicidade, balançou as redes para o América-MG. Perguntado sobre sua intenção no lance, o lateral não pestanejou e afirmou a intenção da finalização.

– Primeiramente, agradecer a Deus. Eu quis bater no gol. Falei antes: ‘Ademir, rola que eu vou bater no gol’. Até o Gustavo Scarpa brincou comigo depois, dizendo que tinha escutado isso. Fico feliz, eu acho que a família americana merece isso -, comentou.

+Nos braços da galera, América-MG vira contra o Palmeiras e segue embalado na Série A

Patric ofereceu seu feito ao filho Dominic, de seis anos, que nasceu com uma doença rara que o fez amputar uma das pernas. Na última semana, o garoto conseguiu dar seus primeiros passos sem o auxílio do andador.

– É uma semana especial para mim e para minha a família. Porque nosso rei, Dominic (filho), começou a dar seus passos sem ajuda de andador. Ele tem sempre nos ensinado e, mais uma vez, ele tem provado para mim e para a minha esposa que todo investimento que a gente fez nele valeu à pena. Então, o craque do jogo não vai para mim, mas para o meu filho Dominic -, revelou.

VOLTA DA TORCIDA

Foi a primeira partida do Coelho com a presença do torcedor depois de quase dois anos. Patric que, inclusive, contou com as presenças de filho e esposa, comentou a presença da torcida do América-MG no jogo contra o Palmeiras.

– Ver o torcedor retornar… é com muita alegria, com muita satisfação que a gente consegue reverter. É muito difícil sair atrás no Brasileiro, ainda mais com uma equipe que está na final da Libertadores, conseguir reverter, furar a muralha do adversário -, disse.

SUL-AMERICANA

Quando Patric chegou, o América-MG estava afundado no Z4. No entanto, mesmo assim, o lateral-direito sempre falou que o time chegaria à Copa Sul-Americana. Agora, com a equipe em 10º, o jogador disse que mais um passo foi dado ao sonho internacional.

– Com toda humildade, tem todas as matérias aí para comprovar que, desde quando eu cheguei, assumi essa responsabilidade de retornar para Belo Horizonte, vim para o América, aceitei o desafio, porque eu vi o plantel, conhecia o treinador… Eu cheguei falando sobre Sul-Americana. Não era só pelo sonho: é por fé, é por trabalho, pelo que o América faz pelos funcionários, por nós também. Uma equipe extremamente organizada -, lembrou.

– Acho que essa vitória vem para dar mais um passo de fé. Tem muita coisa ainda, mas eu acredito na Sul-Americana. É possível -, finalizou.

Com a vitória diante do Palmeiras, o América-MG de Patric chegou aos 30 pontos, e ocupa a 10ª posição do Brasileirão.

.