Em jogo equilibrado, Osasco vence Fluminense na primeira rodada da Superliga Feminina

Em grande partida realizada no ginásio José Liberatti, a equipe de Osasco venceu o Fluminense por três sets a dois, parciais de 26/24, 29/31, 22/25, 20/25 e 15/12 em jogo que durou mais de duas horas. A maior pontuadora da partida foi a oposta osasquense, Tifanny, com 34 pontos. O troféu Viva Vôlei ficou com a líbero e capitã da equipe, Camila Brait.

PRIMEIRO SET QUE DAVA O TOM DO JOGO

O jogo começou como se desenvolveria por toda a partida: Muito equilibrada. A equipe carioca não sentia a pressão da torcida osasquense e jogava solta em quadra. Do outro lado, Osasco demonstrava muito volume de jogo, principalmente com Michelle e Camila Brait. Tifanny, principal atacante do time, demorou a entrar no jogo.

Créditos: Twitter Osasco Vôlei Clube

Com isso, o time do Fluminense foi crescendo na partida. Em todos os fundamentos, o jogo estava equilibrado, o que se reletiu no placar da parcial: 26 a 24 para as donas da casa.

ALTERNÂNCIA NA LIDERANÇA E VOLUME DE JOGO

O equilíbrio permanecia no jogo. Os times erravam pouco e trocavam pontos, nenhuma das equipes desgarravam no placar. O volume de jogo, principalmente da equipe carioca, chamava muita atenção. E, se no primeiro set, a oposta Tifanny demorou para entrar no jogo, na segunda parcial, ela apareceu. Mas ainda sim não foi o suficiente para levar a parcial: 29 a 31 para as visitantes.

SIGA O ESPORTE NEWS MUNDO NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK. E NÃO SE ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE!

EQUILÍBRIO ATÉ NOS SETS PERDIDOS

Créditos: Carol Fotografia

O jogo era tão igual que até nos sets que foram perdidos por ambas equipes os erros cometidos se assemelhavam. No terceiro set vantagem para Osasco. No quarto, para o Fluminense. Um dos destaques da partida pelo lado do visitante, a oposta Bruna Morais, se lesionou ao fim do set. Como ela precisou ser substituída como uma substituição excepcional, não pode mais voltar para a partida.

JOGO DECIDIDO NOS DETALHES

Sem Bruna Morais, Kimberly assumiu a saída de rede do Fluminense. E não deu prejuízo. Os dois times foram trocando pontos até a reta final do set, onde prevaleceu a experiência do time Osasquense que fechou o set de desempate por 15 a 12 e a partida por três sets a dois.

O próximo jogo da equipe do Fluminense é em casa, contra o Brasília enquanto a equipe osasquense tem o clássico contra o Sesc/Flamengo, fora de casa, pela frente.