Executivo do Juventude abre o jogo sobre negociação de Paulinho Boia

Na coletiva de imprensa após o empate sem gols contra o Ceará, na tarde deste sábado, 23, Marcelo Barbarotti, executivo de futebol do Juventude, falou tudo sobre a negociação do atacante Paulinho Boia, destaque da equipe e que está emprestado pelo São Paulo.

O dirigente confirmou que o clube paulista tem uma oferta pelo jogador e que o clube é o mesmo que contratou Matheus Peixoto em agosto, no caso, o Metalist, da Ucrânia. No entanto, a janela de transferências, no momento fechada, seria um entrave para a negociação, já que o jogador iria nesse momento apenas para uma aclimatação no novo clube e país:

Essa negociação existe. A proposta foi formalizada ao São Paulo. Estamos batendo papo com todos os envolvidos nessa história. Coincidentemente é o mesmo clube do (Matheus) Peixoto e ela existe. O São Paulo, que é o responsável por isso tudo, tem interesse em fazer essa negociação. O Paulinho (Boia) e o seu representante estão avaliando essa possibilidade. É uma situação que não é tão convencional, pois a janela esta fechada na Ucrânia e, se o Paulinho for, ele não vai poder atuar. Ele só pode atuar quando abrir a janela. Ele estaria indo agora para uma aclimatação, iniciar esse processo. E, nesse nível de atleta que é o Bóia, é o que está pesando muito para ele não ir. Você vai para um lugar para ficar um período sem poder competir.

+ Para saber tudo sobre o futebol no Brasil e no mundo, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Na avaliação de Marcelo Barbarotti, hoje a negociação está mais próxima de não acontecer, do que ser concretizada e o dirigente revelou que o Juventude receberá uma “taxa de vitrine” caso o jogador realmente seja vendido.

Hoje está muito mais para ela não se realizar (a negociação). Se ela se concretizar, nós temos umas compensações. Na vinda do atleta tem uma situação entre Juventude e atleta, que teria que ser recomposta, e em relação ao São Paulo há uma taxa de vitrine que, inclusive, o São Paulo já nos fez contato que se a coisa acontecer ele vai cumprir o que foi acordado.

Paulinho Boia atuou em 20 jogos pelo Juventude, anotando três gols. No empate de hoje, ele entrou aos 20 minutos do segundo tempo e ajudou o time, criando pelo menos duas oportunidades no final do jogo.