Exposição “Vestígios” apresenta gravuras em papel

Mostra é uma parceria do Museu da Gravura e Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná e abre à visitação no dia 26 de outubro

O Museu da Gravura Cidade de Curitiba (Solar do Barão), em parceria com a Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná – APAP/PR, realiza a exposição “Vestígios”. “O objetivo é incentivar e divulgar a recente produção de arte contemporânea dos nossos associados, levando em conta que apesar da praticidade do suporte, o papel exige habilidade artística e conhecimento técnico”, destaca Sabine Feres, curadora e vice-presidente da APAP/PR.

Foram abertas inscrições nas categorias: gravura, pintura e desenho sobre papel, e selecionados por uma comissão formada especialmente para este edital. A abertura da exposição será na próxima terça-feira, 26 de outubro, seguindo todos os protocolos impostos pela Covid-19. “Neste período de pandemia, a possibilidade de criar sobre o papel sagrou-se como um colete salva-vidas num mar tempestuoso”, destaca Luiz Gustavo Vidal, presidente da APAP/PR.

Sobre a exposição “Vestígios”

A exposição “Vestígios” como o próprio nome destaca é o registro sobre um dos suportes mais antigo e disponível: o papel. Estas marcas deixadas – sejam feitas por pedra, madeira, tinta e pincel, lápis, caneta ou outros, deixam um registro de passagem, um rastro, uma memória temporal. A delicadeza do papel exige: olhar apurado, cuidadosa pesquisa e oferece um leque infindável de possibilidades.
Comissão de júri: Alfi Vivern, Aurélio Peluso e Katia Velo.
Curadoria: Sabine Feres
Artistas selecionados: Alex Carnade, Ana Isis Ribas, Anibal Andraus Neto, Ariane Labre, Bruno Cruz, Cé Figueiredo, Cirlei Gonçalves, Christian Schönhofen, Ercy Arias Zendim, Fernando Rosa, Giovana Correia, Krisgraf, Ilka Passos, Ligia Barros, Marinice Costa, Marisa Vidigal, Meg Gerhardt, Mercedes Brandão, Renato Sniecikoski, Rosangela Kusma Gasparin, Wilsom Pizzatto.

Sobre o Museu da Gravura

O Museu da Gravura possui um expressivo acerco de mais de cinco mil obras de artistas brasileiros e estrangeiros, entre eles, Cildo Meireles, Poty Lazzarotto, Tomie Otake, Picasso, Andy Warhol, Mira Schendel, entre outros. Desde a sua inauguração, há 32 anos, mantém calendário de exposições temporárias exibindo obras nas diversas técnicas e exposições do seu acervo, sendo um dos museus de gravura mais representativos do país.

Sobre a APAP/PR

A Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná – APAP/PR há 38 anos vem se destacando como a primeira associação do gênero no país. Com o objetivo de promover e fomentar a arte, a cultura e os artistas visuais e profissionais relacionados à área artística tem se destacado pela realização e envolvimento em projetos como a Bienal Internacional de Curitiba, ODS&ARTE – Um Novo Olhar Sobre o Mundo, livro edição APAP/PR “Muros Visuais de Curitiba” entre outros projetos. Participa ativamente das Políticas Culturais e Leis de Incentivo em nível Municipal, Estadual e Federal. Saiba mais em https://www.apap.com.br/. (Sede: Av. Jaime Reis, 107 – Salas 07, 09/10, 11 – São Francisco, Curitiba-PR – (41) 3232-0408 – Instagram: apap_pr)

Exposição abre no dia 26 de outubro - Foto: Divulgação
Exposição abre no dia 26 de outubro – Foto: Divulgação

Serviço:
Museu da Gravura Cidade de Curitiba
Endereço: Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533, Solar do Barão – Centro – (41) 3321-3367
[email protected]
Horário de funcionamento: 9h às 12h e 13h às 18h (3ª a 6ª feira) e 12h às 18h (sábado e domingo)