Fernando Diniz concorda com protesto de torcedores do Vasco após derrota para o CSA: ‘Tem que vaiar mesmo’

Após a derrota por 3 a 1 do Vasco para o CSA, em pleno São Januário, a torcida cruz-maltina protestou. Foram vaias, xingamentos e até copos e outros objetos arremessados no gramado. Isto porque, com o resultado, o Gigante da Colina se complicou na luta pelo acesso para a Série A. O time de Fernando Diniz permaneceu com 47 pontos, agora seis pontos atrás do Goiás, o quarto colocado. E o treinador falou sobre o protesto dos vascaínos.

– O torcedor foi o único jogador que jogou bem hoje. Então, não tem absolutamente nada do que reclamar da torcida desde que eu cheguei aqui e nem hoje. Tem que vaiar mesmo. Quando você não entrega e você chama a torcida para o estádio com boas apresentações, se a gente ganhasse hoje a gente ficava muito próximo da zona do acesso, aí a gente pega e joga abaixo do que a gente jogou, o torcedor fez o que tinha que fazer. Temos que melhorar e ganhar jogos – afirmou Diniz, em coletiva, antes de completar:

– Obviamente que jogar (copos) pode machucar alguém, mas não teve nada de exagero no torcedor, nada. Eles mostraram sua frustração no momento que acharam que tinham que mostrar frustração. A gente tem que agradecer o torcedor e pedir desculpa por não ter entregado a vitória que eles precisavam e mereciam. Mas não foi falta de vontade.

+ Atuações ENM: Cano se salva em noite para esquecer do Vasco com derrota para o CSA

Na derrota desta quinta, o Vasco teve o importante desfalque do meia Nenê. E o treinador Diniz admitiu que o jogador fez falta no confronto contra o CSA.

– A gente errou muito, perdemos por muitos motivos. Obviamente que o Nenê fez bastante falta. A gente não queria que fizesse, mas fez. Tanto na parte técnica quanto na parte emocional. É um jogador que assume muito o protagonismo, gosta do protagonismo, e isso acaba facilitando os jogadores que o cercam. Mesmo assim, a gente tinha que ter jogado melhor. A gente não tinha o direito de frustrar o nosso torcedor como frustrou hoje – disse o técnico

Com o resultado, o Vasco agora é o oitavo colocado, com 47 pontos, seis pontos atrás do Goiás. Na próxima quarta-feira, às 19h, o Gigante da Colina encara o Guarani, fora de casa.

Siga o perfil do Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.