Fim da linha? Confira os atletas que estão em fim de contrato com o Athletico

O Athletico tem quatro atletas que estão em fim de contrato com a equipe neste dia 31 de dezembro e não devem renovar com os atletas. O principal nome é Nikão, que após sete temporadas no Furacão, tem conversas avançadas para assinar com o Internacional. Além do camisa 11, dois atletas do time principal também tem seus contratos se encerrando, o lateral esquerdo Márcio Azevedo e o meia Fernando Canesin. Outro nome, esse pouco utilizado no time principal, que deixará de ter vínculo com o Athletico é o meia formado pelo clube, Matheus Anjos. 

O Athletico agora espera a definição pública do futuro de Nikão. Ao todo, o Furacão fez pelo menos cinco propostas para tentar manter o jogador de 29 anos, que chegou ao Furacão em 2015. Nikão é um dos maiores ídolos do clube, atuou em 314 partidas, marcou 49 gols e teve seis títulos conquistados, entre eles, duas Copa Sul-Americana (2018 e 2021) e uma Copa do Brasil (2019).

Para saber tudo sobre o Athletico, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Fernando Canesin tem 29 anos e chegou ao Athletico no início de 2020. Na atual temporada ele fez 34 partidas pelo Furacão, sendo 12 delas como titular e marcou dois gols. O lateral Márcio Azevedo tem 35 anos e está na sua segunda passagem pelo Athletico. Desde que retornou a equipe, em 2018, ele conquistou cinco títulos pelo clube, sendo titular na reta final da Copa do Brasil de 2019. Foram 83 jogos e um gol marcado. O Furacão até teve interesse em uma nova renovação de seis meses, mas as conversas não avançaram.

No mercado, o Athletico já reforçou o setor do meio de campo, com a aquisição do volante equatoriano Bryan Garcia, de 20 anos, do Independiente Del Valle (EQU). Além de ter acertado o empréstimo do meia Jean Pyerre, que pertence ao Grêmio. No ataque, o Furacão aguarda a definição de Nikão, que tem seu contrato se encerrando e está perto de acertar um novo vínculo com o Internacional. Entretanto, o Athletico já sondou outros nomes para reforçar o setor, que talvez seja o mais carente para a temporada de 2022.