Fluminense inicia pré-temporada, e Luiz Henrique é mais um caso de Covid-19 no elenco

O Fluminense se reapresentou nesta segunda-feira e já começou a realizar testes de Covid-19 para saber se há mais casos, como Felipe Melo e Germán Cano. E foi diagnosticado que o atacante Luiz Henrique e seis funcionários testaram positivo para o coronavírus. Todos já foram afastados e iniciaram o processo de quarentena.

O atacante argentino Germán Cano também testou positivo para Covid-19 e está assintomático. Ele, que estava previsto para chegar na semana passada, viajará para o Rio de Janeiro somente na quarta-feira. Além dele, o volante Felipe Melo também divulgou nas redes sociais que está com o vírus, mas passa bem. O secretário municipal de saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, reduziu de 10 para sete dias o período de isolamento. E em casos de assintomáticos, o prazo pode cair para cinco dias, desde que sob orientação de um médico.

+ Semana do Fluminense: reapresentação, anúncio de reforços e possível esboço do time

No último domingo (09/01), véspera da chegada dos jogadores, o técnico Abel Braga, sua comissão e demais membros do staff do departamento de futebol do Fluminense já haviam se apresentado no CT Carlos Castilho para dar o pontapé inicial na pré-temporada.

+ Torcedor do Fluminense, artista destaca ‘resgate de valores afetivos’ no mural em homenagem a Castilho

O Fluminense terá pouco mais de duas semanas para se preparar para o início da temporada. A estreia da equipe em 2022 deve acontecer entre os dias 26 e 27 de janeiro, quando enfrenta o Bangu na primeira rodada do Campeonato Carioca. O primeiro jogo do Tricolor na Libertadores será no dia 22 de fevereiro, uma terça-feira, fora de casa, no Estádio El Campín, que fica 2.552m acima do nível do mar, em Bogotá, na Colômbia. O segundo jogo do confronto mata-mata da fase 2 da competição está marcado para o dia 1º de março, também uma terça, no Rio de Janeiro. As duas partidas acontecerão às 21h30 (horário de Brasília).