Frustração toma conta da torcida do Vasco após derrota para o Guarani

Com requintes de crueldade. Assim foi sentido o golpe de mais uma derrota do Vasco pelos torcedores do clube, na última quinta-feira. O sentimento de esperança deu lugar ao de frustração e abatimento com a provável permanência na Série B por mais um ano após pênalti perdido pelo artilheiro Germán Cano e um gol sofrido na sequência que decretou a vitória do Guarani, por 1 a 0, em Campinas.

Visivelmente abatido, o técnico Fernando Diniz evitou jogar a toalha na coletiva pós-partida. O acesso, no entanto, se tornou um sonho distante a cinco rodadas do fim e oito pontos a menos que o G-4.

– Sentir, a gente sentiu mesmo, temos que sentir bastante, a dor, tristeza pelas duas derrotas, e por ter ficado mais difícil o acesso. Difícil não quer dizer impossível. A gente tem que pensar totalmente no próximo jogo contra o Botafogo e conseguir as próximas vitórias que a gente precisa. A gente, além de perder a chance da vitória com o pênalti, tomamos um gol de contra-ataque. Temos que acreditar até o final porque só assim temos a chance de reverter esse quadro – disse Diniz.

Nas redes sociais, o sentimento do vascaíno é outro. A desesperança toma conta, e os comentários alternam entre resignação e pessimismo. A onda de apoio ao time vivida nas últimas semanas deu lugar a protestos.

Para seguir sonhando, o Vasco precisa vencer as cinco partidas que lhe restam no campeonato. A próxima delas será no domingo, no clássico com o Botafogo, às 16h, em São Januário.