Instituto inaugura Associação de Moradores da Vila Joanita em projeto de responsabilidade social

Uma comunidade de 400 famílias receberá um espaço comunitário do Instituto WF. No próximo domingo, dia 13 de março, será inaugurada a Associação de Moradores da Vila Joanita, que visa ofertar atividades educacionais e culturais e fortalecer lideranças comunitárias femininas. Ao Instituto WF, se uniram parceiros para a realização da adequação do espaço: as empresas Weefor, RAC, Hiex, Altma e Idee.

A Vila Joanita fica localizada entre o Bairro Alto e o Tarumã, tendo sido fundada há 50 anos. Por não ter um reconhecimento oficial, ainda é considerada área de ocupação irregular, o que dificulta a conquista de direitos básicos, de acesso à educação até áreas de lazer. O Instituto WF decidiu apoiar a comunidade com o Projeto Vila Joanita, buscando reduzir a desigualdade no local através de educação ambiental, adequação e requalificação de espaços comunitários, além de capacitação e qualificação de mão de obra.

Assim, o instituto já realizou diversas ações no local, reforçando o sentimento de comunidade e pertencimento. Um diagnóstico participativo, em conjunto com a Urbideias, expectativas dos moradores foi essencial para a elaboração de um plano de ação. Foram organizadas doações de alimentos, vestuário e produtos de higiene, além da transferência de hortas agroecológicas do Weefor ECO para a Vila Joanita com um mini curso de horta básica. Cursos de capacitação, articulação com o poder público e com parceiros para doação de serviços, atualização da situação jurídica da vila e um levantamento socioeconômico favoreceram para esse fortalecimento da comunidade.

Agora, uma nova etapa do Projeto Vila Joanita é inaugurada junto com o espaço comunitário. Mais do que apenas montar uma estrutura, o Instituto WF busca ter um impacto efetivo na identidade local da vila. “No sentido de construir uma cidade para todos e por todos, seguimos na adequação de um espaço comunitário, que vai além da construção física: é a construção intelectual. A educação é o caminho realmente possível para a transformação de realidades”, comenta Adriane Nunes Ferreira, co-fundadora e diretora do Instituto WF.

O Instituto WF surgiu da vontade das sócias da Incorporadora Weefor em transformar a cidade, não só nas incorporações como também pela responsabilidade social. Seu maior objetivo é viabilizar ações de responsabilidade social da incorporadora, que tem como premissa doar parte do valor geral de vendas de cada empreendimento construído para amadrinhar comunidades na capital paranaense. A Vila Joanita foi a primeira comunidade atendida pelo Instituto WF.