Janderson comemora bom momento e fim do jejum de gols no Atlético-GO: ‘A zica saiu’

Destaque na vitória do Atlético Goianiense sobre o Galo, Janderson desencantou e marcou seu primeiro gol no Brasileirão 2021. Contra o líder do campeonato, o atacante também deu uma assistência para Oliveira, que marcou o gol da vitória do rubro-negro goiano. Em entrevista coletiva, o jogador do Dragão celebrou a grande atuação do time e projetou uma sequência como titular na equipe de Eduardo Souza.

+ Para saber tudo sobre o Atlético-GO, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook!

“Eu tenho a consciência de que eu não vinha fazendo bons jogos, até porque eu fui para o banco…, mas eu continuei trabalhando do jeito que eu trabalhava. Sou muito grato à diretoria, ao Eduardo e ao João (auxiliares técnicos permanentes), que sempre vêm me apoiando, mesmo estando no banco, mas confiando no meu potencial. A cada dia trabalhava mais e mais, graças a Deus tive a oportunidade de voltar à titularidade e fazer uma grande atuação, pro Atlético voltar a vencer no Accioly, pois era algo que nós estávamos precisando.”

LEIA MAIS | Atuações ENM: Janderson e Oliveira marcam, Dragão vence o líder e encerra jejum; Veja as notas

“Sempre bom vencer o líder do campeonato. Um time que todos sabem que tem muita qualidade e que é difícil de bater. Mas o Atlético Goianiense foi forte dentro de casa. Cada jogador entregou a vida. Fiquei feliz pela vitória, até pra quebrar esse jejum de vitórias aqui no Accioly, e não só eu, mas todo grupo, esperamos dar sequência. Que essa história de não vencer em casa acabe aqui, e que possamos continuar fazendo um grande Campeonato Brasileiro.”     

Janderson ainda falou sobre a volta aos gramados do volante Marlon Freitas, que recuperado de lesão, voltou ao time dando assistência para o próprio camisa 7 do Dragão marcar.

“Todos nós sabemos que o Marlon é um grande jogador. Não só eu, mas toda a equipe está feliz pela volta dele, porque sabem que ele tem muito a contribuir com o grupo.  Ele foi feliz de dar a assistência e eu mais feliz ainda por completar com gol. No final do jogo ele chorou e todos abraçaram ele. Só nós que convivíamos com ele sabíamos o tanto que ele queria estar em campo, ajudando a equipe. Todo grupo está feliz. Espero que ele tenha sequência para fazer o que faz de melhor; que é jogar futebol.”