LoreB transforma anseios modernos no álbum visual “Cheio de Vazio”

Depois de seu bem recebido EP de estreia, “Etéreo”, a cantora LoreB faz do próximo passo de sua carreira um impactante retrato dos dilemas atuais em forma de canções. O álbum visual “Cheio de Vazio” mescla o lado orgânico da música brasileira com elementos eletrônicos climáticos, tudo amarrado por letras que dialogam com as inseguranças, amores e dissabores da vida em um Brasil de 2021. 

Partindo de uma revisita a um dos destaques do EP “Etéreo” – “Vazio Moral” -, LoreB desenvolveu as demais canções com a mesma intenção: a de traduzir em música sentimentos e reflexões sobre o cotidiano, a sociedade e seu lugar no mundo. O período de composições – fim de 2020 e início de 2021 – coincidiu com uma série de transformações sociais e emocionais que o Brasil e o mundo vêm enfrentando, daí o diálogo natural com as inseguranças desse período conturbado. O resultado foram sete faixas autorais que visam a uma coerência lírica e musical. Para completar, LoreB se voltou para uma das maiores referências culturais de seu estado natal.

“Eu sabia que queria uma composição de alguém aqui de Alagoas pra compor o álbum, mas ainda não tinha encontrado nenhuma especial, então no meio do processo de pré-produção, ouvi uma música do Djavan, e me apaixonei por ela. Então, fizemos uma versão e eu decidi incluir no álbum pra fechar o projeto. Durante as gravações e na pós produção participei da produção musical junto com o Júnior Bragazion, Pedro Soares e Diogo Rezende no Estúdio Sala Norte. Eu gostei do resultado final porque cada detalhezinho tem meu ‘dedo’, tá a minha cara, mais maduro, mais experimental, mais ousado, como eu queria que ficasse”, resume a artista que regravou “Being Cool”, lançada pelo artista em 1989 no álbum “Puzzle Of Hearts”.

O projeto foi antecipado pela faixa “Se fosse normal ser louco?”, reunindo LoreB a outro nome do cenário alagoano: a cantora Cris Braun, que também acaba de lançar um disco elogiado, “Quase Erótica”. Mais que um fenômeno local, LoreB se torna um expoente de um cenário em franca expansão e em sintonia com o melhor da produção nacional independente.

“Cheio de Vazio” vem para coroar uma trajetória que já chama atenção. Atuando na música desde 2013, a artista integrou o grupo Ô.seis e a Bandinha, que acompanha desde 2017. Em 2019, lançou o EP de estreia, “Etéreo”, e no ano seguinte começou a revelar uma sequência de faixas inéditas. Os singles “Haja cor”, “Sem pressa”, “A parte que falta” e “Deixo-me ir” entregaram novas nuances para sua sonoridade. Nesses primeiros passos da carreira, LoreB já conta com parcerias com nomes como Wado, Júnior Almeida, Fernando Nunes, Maju Shanii, Pedro Soares (Unidade Nova Praia), Felipe de Vas, Andrea Lais e outros. 

Agora, ela amadurece sua sonoridade em um ousado projeto musical e audiovisual, sob produção da própria artista, Júnior Bragazion, Pedro Soares e Diogo Rezende e direção de Duda Bertho, respectivamente. “Cheio de Vazio” chega às principais plataformas de streaming e ao YouTube.