Mancini justifica escalação de Elias: ‘Nos últimos jogos pecamos no número de jogadores finalizadores dentro da área’

Em coletiva após a vitória do Grêmio por 1 a 0 sobre o Fluminense, o técnico Vagner Mancini comentou sobre a opção de ter começado o jogo com Elias como titular:

‘Eu não falo individualmente de atletas, mas vou abrir uma exceção porque se trata do Elias, um jogador jovem. Nos últimos jogos pecamos no número de jogadores finalizadores dentro da área, essa foi minha estratégia com o Elias’, afirma o treinador.

Para saber tudo sobre o Grêmio, siga o Esporte News Mundo no Facebook, Twitter e Instagram.

O treinador também explicou sobre Douglas Costa e Ferreirinha terem começado no banco de reservas: ‘A opção de deixar o Ferreirinha e o Douglas Costa no banco era para que a gente tivesse a troca no segundo tempo e também descansar um pouco os atletas. A estratégia é pensada para 90 minutos’.

Mancini explicou a saída de Sarará no segundo tempo: ‘O Sarará não iria sair por ter errado o passe, não posso punir um jogador por causa de um passe errado. Ele já havia me avisado que as pernas estavam puxando, faltava duas substituições e ele ainda fez o passe do gol’.

Além disso, ele projetou o confronto contra o América-MG, seu ex clube nesta temporada: ‘Se eu conheço a equipe do América, o América também me conhece. Isso de certa forma dá uma equilibrada’.