Mancini reforça confiança na Itália: ‘Somos fortes e estaremos na Copa’

O técnico Roberto Mancini, da seleção italiana, voltou a demonstrar total confiança em sua equipe para buscar uma vaga na Copa do Mundo do Catar, em 2022. Após não conseguir a classificação direta ao mundial, os italianos terão que passar por uma repescagem que tem as fortes seleções de Portugal e Turquia na mesma chave. Mesmo assim, a confiança não está abalada.

Durante entrevista ao jornal italiano “La Gazzetta dello Sport”, Roberto Mancini falou sobre a sua certeza de que vai colocara a Itália de volta na Copa do Mundo. Os italianos ficaram fora do mundial da Rússia, em 2018, e uma nova ausência será um duro golpe para os atuais campeões da Eurocopa.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

— Somos fortes e estaremos lá (na Copa do Mundo) por várias razões. Fomos a melhor equipe na Eurocopa e vencemos merecidamente. Também porque só perdemos uma vez nos últimos três anos e em um jogo que ficamos com 10 jogadores. Em outras partidas sequer estivemos perto de uma derrota — destacou Mancini, explicando a sua confiança.

Durante a fase de grupos, a Itália perdeu sua classificação direta à Copa do Mundo para a Suíça. A equipe ficou na segunda colocação do grupo C, com 16 pontos, dois a menos do que o adversário. Para Roberto Mancini, a equipe poderia ter alcançado o objetivo se não falhasse em momentos decisivos.

— Muitas vezes penso nas chances que perdemos. Ganhar o primeiro jogo contra a Suíça teria sido suficiente, porque dominamos. No entanto, penso que durante o Euro também tivemos um pouco de sorte e pode acontecer que, mais cedo ou mais tarde, as coisas não corram a nosso favor. É quando temos de fazer algo mais. E faremos isso em março — garantiu Mancini.

A Itália já conhece o seu caminho na repescagam em busca de uma vaga na Copa do Mundo. No dia 24 de março de 2022, o adversário será a Macedônia do Norte, na condição de mandante. Se conseguir fazer valer o seu favoritismo, a Itália vai lutar por uma vaga no Mundial contra Portugal ou Turquia, que se enfrentam.