No Natal, confira os presentes e decepções do Guarani em 2021

Esta temporada foi repleta de altos e baixos para o alviverde campineiro, desde a eliminação nas quartas-de-finais do Campeonato Paulista A1 até a 6ª colocação na Série B do Campeonato Brasileiro, tendo lutado pelo acesso até a última rodada. Neste clima de Natal, vamos conferir quais foram os presentes e decepções do Bugre em 2021.

Leia mais: [block]6[/block]

Presentes:

Régis: Contratado em março deste ano, Régis foi o grande maestro do Bugre na temporada, com 11 assistências ao todo, sendo o líder do elenco neste quesito. Além disso, com o bom desempenho, o meio-campista somou 20 participações em gols no total, também liderando o aspecto no elenco bugrino.

Com contrato encerrado, a presença de Régis em Campinas para 2022 é incerta. Atualmente, o meia está livre no mercado após o término de seu contrato com o Bugre em 30 de novembro. O Guarani busca a permanência do jogador e segue em negociações com ele e seu staff.

Matheus Bidu: Cria da base, o lateral-esquerdo teve a sua melhor temporada ofensiva na carreira, com 4 gols marcados e 5 assistências realizadas em 45 jogos disputados.

Titular absoluto do Bugre, Bidu tem recebido sondagens de clubes da Série A do Campeonato Brasileiro e de times do exterior. Até o momento, o lateral segue no Guarani para a próxima temporada.

Bruno Silva: O volante e capitão do Bugre encerrou a temporada como o jogador que mais acertou passes da Série B do Campeonato Brasileiro e, aliado à boas atuações, liderou a equipe na disputa pelo acesso. Além disso, o Bruno foi o atleta que mais disputou partidas pelo Bugre em 2021, entrando em campo 48 vezes.

Titular do Guarani, o volante teve o vínculo contratual renovado e segue em Campinas para a próxima temporada

Bruno Sávio: Com o segundo melhor ataque da segunda divisão do futebol brasileiro em 2021, Bruno Sávio foi o grande destaque do Bugre, ao se tornar artilheiro da equipe com 11 gols, que somado ao único gol no Campeonato Paulista, totalizou 12 gols na temporada. Com isso, o atacante foi o líder do elenco neste quesito. Além disso, o jogador somou 19 participações em gols em 2021, sendo o segundo jogador com melhores números no aspecto do elenco bugrino.

Após o bom desempenho pelo Guarani na temporada, Bruno Sávio se despediu da equipe e acertou com o Bolívar (BOL) para 2022.

Leia mais: [block]11[/block]

Decepções:

Maxwell: Vindo por empréstimo junto ao Kalmar FF, da Suécia, chegou após passagem apagada pelo Sport-RE, mas com expectativa de que pudesse desempenhar novamente o nível apresentado na campanha de acesso do Cuiabá, em 2020, onde o jogador se destacou. Ao todo, o atleta marcou 15 gols em 48 partidas em 2020.

No entanto, pelo Bugre o atacante entrou em campo somente 12 vezes, contabilizando zero participações em gols e um desempenho aquém das expectativas. Com contrato até 30 de novembro de 2022, o atleta tentará dar a volta por cima no Campeonato Paulista, primeiro teste da temporada.

Junior Todinho: Após uma passagem de destaque pelo próprio Guarani em 2020, período em que marcou 11 gols em 36 partidas, o jogador retornou ao alviverde campineiro em agosto deste ano, depois de uma passagem apagada pelo Juventude-RS. Porém, o atacante não repetiu o bom desempenho da primeira passagem e atuou somente em 11 jogos, tendo marcado apenas um gol e não realizado nenhuma assistência. Todinho acertou a sua saída do Guarani e, em 2022, atuará pelo Santo André.

Leia mais: [block]13[/block]