Patrick Pitbull destaca disputa de cinturão e revanche com Peter Queally: ‘Já imagino o cinturão comigo’

Patrick Pitbull é um dos maiores lutadores peso leves do mundo e neste sábado ele enfrenta Peter Queally pelo cinturão dos leves do Bellator 270. No meio da correria da preparação para luta, Pitbull falou com exclusividade ao Esporte News Mundo. O brasileiro destacou o momento na carreira e a preparação para o confronto.

Patrick falou da preparação para luta e se mostrou confiante com seu camp. “Tudo muito bem, fizemos um camp bem planejado e ajustado pra essa disputa”, afirmou o brasileiro. Pitbull seguiu falando da disputa de cinturão, mas disse que já pensa que o cinturão está com ele e ressaltou que trabalhou bastante para chegar nesse momento.

— Me sinto muito bem, já imagino o cinturão comigo. Trabalhei muito pra chegar até aqui e vou fazer tudo ao meu alcance pra trazer esse cinturão pra casa — lembrou o peso leve do Bellator.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Quando perguntamos qual era arma para superar Peter Queally e se absorveu alguma experiência do primeiro confronto, o lutador escondeu o jogo: “Sim, mas vou mostrar isso pra vocês no dia da luta”. No último duelo diante de Queally, o confronto foi interrompido devido a um corte acima do supercilio. Segundo Patrick, ele estava apto e a decisão médica estava errada.

— Não, estava pronto pra lutar! O sangue não atrapalhou minha visão. Faltava só um round e todo mundo achou que eu estava vencendo. O médico deveria ter deixado a luta ir até o fim. Eu parei de sangrar logo depois que deixei o cage — relembrou Patrick.

A conquista do cinturão pode ser a cereja do bolo da carreira do lutador brasileiro, que é recheada de desafios e grandes nomes do MMA. Apesar disso, Patrick disse que o foco dele é se manter no topo, e o cinturão do Bellator é parte desse objetivo.

— Quando comecei nesse esporte, o foco era e continua sendo o de chegar e me manter no topo. O cinturão significa tudo que tracei pra mim desde o início – Salientou Patrick Pitbull.

Patrick com certeza é um dos grandes nomes da história do Bellator. Apesar de todo a carreira construída, uma ida para o UFC, maior evento de lutas do mundo, sempre foi cogitada. No entanto, o lutador foi direto se aceitaria um convite do Ultimate: “Tudo que penso agora é em conquistar o cinturão”, frisou Pitbull.

Caso conquiste o cinturão, Patrick se unirá ao irmão, Patrício, como campeões do Bellator. Se o triunfo for confirmado, a dupla será a primeira de irmãos com cinturões do evento. A marca histórica, no entanto, parece ser só um ponto a mais para na mira do lutador.

— Se Deus quiser, teremos muito mais.

Patrick comentou o gesto de seu irmão Patrício Pitbull, ex-duplo campeão do Bellator, que abriu mão do cinturão dos leves, para que ele disputasse contra Peter Queally. Segundo o lutador, atitude do seu parente foi surpreendente.

— A ideia seria vagar o cinturão após vencer AJ, mas infelizmente a luta não foi como esperávamos. Fiquei surpreso do Patrício abrir mão do cinturão agora, significou muito – observou Patrick.

Fora dos octógonos, Patrick Pitbull também é empresário e tem a própria academia. Com uma grande estrutura, a empresa do brasileiro vai preparando alguns lutadores, mas o sonho de Pitbull é fazer com que ganhe voos ainda maiores.

— Estamos trabalhando pra isso, tem muito cara bom surgindo na academia e espero que consigam conquistar os sonhos deles também — finalizou Patrick Pitbull.