Pedrinho fala de relacionamento com Jorge Jesus: ‘Ele ofende e o jogador fica com medo’

O brasileiro Pedrinho teve a sua primeira oportunidade fora do Brasil defendendo o Benfica. Depois de ótima passagem pelo Corinthians, a expectativa era de que o jogador pudesse também render na Europa, se tornando um dos jogadores mais importantes da equipe. No entanto, o jogador passou apenas uma temporada em Portugal, não agradou e foi negociado com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Em entrevista à Gazeta Esportiva, Pedrinho falou de sua passagem no Benfica e o relacionamento com o técnico Jorge Jesus.

De acordo com o jogador, o treinador português é muito bom e sabe trabalhar com grandes equipes, no entanto, o seu relacionamento no dia a dia não é dos melhores. Pedrinho garantiu que, em diversas oportunidades, tentou conversar com Jorge Jesus, mas acabou ficando com medo de ser ofendido de alguma forma.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

— Desde que cheguei ao Benfica, nunca duvidei das capacidades técnicas do Jorge Jesus, ele é muito bom. Mas a forma como ele trata as pessoas é determinante para o seu rendimento. Algumas pessoas lidam de forma mais fácil, outros jogadores acabam jogando sob pressão. Aqui o técnico do Shakhtar diz que é preciso ter prazer de jogar, no Benfica tinha uma pressão para não errar. Jorge Jesus não dá total liberdade para conversar. Às vezes tentava fazer uma jogada no treino e ele ofendia, mesmo quando só estava tentando ajudar. O jogador fica com medo e pensa: ‘se fizer isso, ele vai reclamar!’ Chega um momento em que não fica confortável em campo e não consegue render — disse Pedrinho.

Pelo Benfica foram apenas 31 jogos disputados, além de um gol marcado e três assistências. Números bem abaixo dos que ele havia conseguido pelo Corinthians, aonde se destacou antes de chegar ao futebol europeu. Agora no futebol ucraniano, Pedrinho já chegou a quatro gols, mesmo tendo atuado em 19 partidas na atual temporada. Além disso, o brasileiro de 23 anos deu dois passes decisivos.