Premier League segue registrando novos casos de Covid-19

A nova onda de Covid-19 que tem atingido o Reino Unido está preocupando todos os profissionais que estão envolvidos com a Premier League, elite do futebol inglês. Nas últimas cinco rodadas da competição, 16 partidas precisaram ser adiadas devido aos novos casos que estão sendo registrados dentro dos clubes. Mesmo que as medidas de segurança venham sendo tomadas, os números não param de crescer e novos adiamentos não estão descartados.

Nesta quarta-feira (29), o Arsenal confirmou que o técnico Mikel Arteta é mais um a testar positivo para a doença. Assim, o profissional já não vai comandar a equipe na próxima rodada, quando os Gunners recebem o Manchester City, no dia 1º de janeiro, abrindo a 21ª rodada da competição nacional. Outros clubes como Manchester United e Tottenham já passaram por grandes surtos e precisaram tomar medidas mais pesadas.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

O United, por exemplo, foi obrigado a fechar o seu centro de treinamento por 48 horas, além de submeter o local a um rígido processo de limpeza e desinfecção. No Tottenham, os casos envolveram alguns atletas importantes no elenco de Antonio Conte e a equipe precisou ter dois jogos adiados na Premier League.

Uma reunião entre a alta cúpula da Premier League e os representantes dos 20 clubes que disputam a competição chegou a ser realizada. Em pauta estava a possibilidade de suspensão da competição até que os números da doença tivessem uma queda. Apesar disso, em comum acordo, os clubes optaram pela sequência do torneio, embora novas medidas tenham sido estipuladas.

Para que os jogos possam ser mantidos, será necessário que os clubes envolvidos na partida tenham pelo menos 13 jogadores disponíveis, além de um goleiro. Se essa questão for possível, já será o suficiente para evitar o adiamento do jogo. Assim, a Premier League espera não passar por novos problemas e tentar manter as rodadas na íntegra.

Jurgen Klopp, técnico do Liverpool, chegou a liderar um pedido para que a volta das cinco alterações fosse permitida, O discurso do técnico alemão ganhou reforço nas palavras de Pep Guardiola, do Manchester City. No entanto, até o momento a Premier League ainda não se pronunciou neste sentido e um retorno à regra das cinco alterações não está previsto.

Além da confirmação do teste positivo de Mikel Arteta, no Arsenal, o Newcastle também comunicou que convive com um novo surto. Os jogadores do clube viajariam para Liverpool, aonde enfrentariam o Everton, nesta quarta-feira (29), mas não puderam fazer a viagem por conta do elevado número de casos. Desta forma, a partida entre as equipes aumentou o número de jogos adiados na atual rodada da Premier League.