Presidente do Atlético de Madrid descarta a saída de João Félix

A atual temporada do futebol europeu não tem sido nada positiva ao atacante João Félix. O jogador português esteve em campo em apenas 13 partidas pelo Atlético de Madrid, tendo saído do banco de reservas na maioria delas. A falta de espaço no elenco comandado por Diego Simeone já fez o jogador de 22 anos pensar em uma saída e o Manchester City apareceu como interessado. No entanto, Enrique Cerezo, presidente do Atlético de Madrid, descartou a possibilidade.

De acordo com o mandatário do clube espanhol, a expectativa da diretoria é que João Félix cumpra todo o contrato que tem com o Atlético de Madrid. O vínculo atual vai até junho de 2026 e, mesmo que o português não venha sendo utilizado frequentemente no time titular, sua importância para a equipe é muito grande.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

— O João Félix é um jogador magnífico, nem creio que ele queira sair. Tem um contrato muito longo com o Atlético Madrid. Para nós ele é intransferível. Acreditamos e apostamos nele como apostamos no Aguero. Veio para cá com 18 anos, a mesma idade que o João Félix tinha quando chegou, e fez sete anos magníficos no nosso clube — desse Cerezo à rádio Cadena SER.

Desde que chegou ao Atlético de Madrid, João Félix ainda não conseguiu repetir as boas atuações que o fizeram ser destaque no Benfica. Esta é a terceira temporada do atacante português na Espanha, mas ele ainda não conseguiu se firmar como titular. A contratação do uruguaio Luis Suárez, além de algumas lesões, fizeram Félix perder ainda mais espaço.

A melhor temporada do jogador pelo Atlético de Madrid foi em 2020/21, quando marcou 10 gols e deu cinco assistências nas 40 partidas que esteve em campo. Os números estão muito distantes de seu melhor ano pelo Benfica, quando anotou 20 gols em 43 partidas, além de ter efetuado oito passes decisivos.