Retornos, chegadas e toca nele que é gol: A semana do São Paulo

A semana do São Paulo foi muito agitada, com direito a goleada sobre o Athletico, reeditando o histórico 4 a 0 de 2005, na final da Libertadores, teve hattrick de Calleri, reforço chegando diretamente da Europa e atletas voltando de lesão. Veja as principais notícias do tricolor ao longo da última semana.

1 – Chegou reforço da Europa

O São Paulo anunciou a chegada de André Anderson, da Lazio-ITA, por empréstimo e o jogador será apresentado, por meio de uma entrevista coletiva, neste sábado, 16, às 13h.

Formado nas categorias de base do Santos, André Anderson começou como meia na base no Peixe e foi um dos principais destaques do sub-15, depois tornando-se também atacante na equipe sub-17, quando marcou 15 gols em 22 jogos pelo time santista, sendo artilheiro da equipe, que parou na semifinal do Paulista sub-17 de 2016

André Anderson acabou deixando o Santos em agosto de 2017, mas desde que chegou na Itália foi emprestado e teve poucas chances de mostrar seu futebol na Lazio. O atleta já apareceu no BID e pode estrear pelo São Paulo neste domingo, contra o Flamengo.

2 – O departamento médico agradece

Há muito tempo o São Paulo não tinha um período de calmaria no seu departamento médico e com os retornos de Gabriel Sara e Rodrigo Nestor, o alívio chegou ao setor.

Os dois atletas retornaram aos treinamentos ao longo dessa semana e já voltaram a atuar na vitória por 2 a 0 sobre o Everton de Viña Del Mar, ambos entraram no segundo tempo da partida e ajudaram o tricolor a conquistar os três pontos.

3 – Toca no Calleri que é gol

O atacante Jonathan Calleri vive a sua melhor temporada pelo São Paulo e já igualou a marca atingida em 2016, quando anotou 16 gols com a camisa do tricolor.

Com o hattrick na vitória por 4 a 0 sobre o Athletico, o argentino igualou a marca da primeira passagem pelo clube. Naquela oportunidade, Calleri marcou 16 gols em 31 jogos e agora, somando os cinco gols de 2021 aos 11 gols de 2022, chegou aos mesmos 16, mas em 33 jogos.

Apesar de ter tido dois jogos a mais para atingir a mesma marca, os números de 2022 surpreendem. Calleri entrou em campo 18 vezes, contando o jogo da Sul-Americana nesta última quinta-feira e marcou 11 gols, uma média de gols maior do que a da temporada de 2016.

Apesar da boa marca alcançada, Calleri teve outro assunto também nesta semana. O atacante foi julgado pelo tapa no celular de um atleta da base do Palmeiras, na saída do Allianz Parque após a final do Paulistão. Após acordo, o argentino pagará uma multa, mas não desfalcará o São Paulo por conta da ocorrência.

4 – Estreia de gala no Brasileirão

A estreia no Brasileirão não poderia ter sido melhor para o São Paulo. Jogando em casa, contra o Athletico, o tricolor não tomou conhecimento e aplicou uma goleada: 4 a 0, com direito ao hattrick de Calleri, para delírio do torcedor.

Muitos torcedores automaticamente relacionaram o placar elástico, no Morumbi, com aquele famoso jogo, que marcou a final da Libertadores de 2005 e o terceiro título da equipe paulista no torneio continental.

Após a derrota, o técnico Alberto Valentim foi demitido pelo Furacão e Fábio Carille foi contratado para o seu lugar.

5 – Estreia de gala na base

O São Paulo começou hoje a sua jornada nos estaduais sub-15 e sub-17 e ambos com um bom início. Apesar de os três pontos terem sido conquistados pelas duas categorias, o destaque maior fica para o sub-15, que atropelou o SC Brasil anotando 8 a 0 no placar.

Três atletas marcaram duas vezes pelo São Paulo sub-15: Saievicza, Pedrinho e Thierry Henry. Isso mesmo, Henry, homônimo do craque francês, que foi algoz do Brasil na Copa do Mundo. O nome, claro, é uma homenagem dos pais do atleta ao atacante, que brilhou com a camisa da França, mas também do Arsenal, da Inglaterra.

Não só o nome de Henry chama a atenção, mas sua altura também lhe dá certo destaque. Ele já ultrapassou 1,90m e a projeção é que passe 2,02m de altura. O jovem já tem um bom histórico no tricolor e foi decisivo na conquista do Paulista sub-13 de 2019.