Rogério Ceni reclama de arbitragem após empate contra Fortaleza

Neste domingo (8), o São Paulo empatou em 1 x 1 com o Fortaleza, na Arena Castelão, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor abriu o placar com gol de Luciano, mas sofreu o empate após golaço de Yago Pikachu. Ao fim do jogo, Rogério Ceni falou sobre a fraca partida ofensiva do time. Afinal, o clube deu quatro chutes no gol e apenas dois foram no alvo.

– Quando se tem um gramado melhor, consegue criar mais. A época de chuva prejudica muito o gramado. Tivemos muitos erros de passe, construção, mas ofensivamente a gente não criou tanto como contra o Bragantino. Temos que melhorar nesse quesito, apesar de ter saído na frente, feito o gol. Não conseguimos criar tanto. Mostra que a equipe do Fortaleza é uma boa equipe — disse o treinador.

Além disso, o treinador usou a coletiva para reclamar da arbitragem da partida, que era comandada pelo árbitro Ramon Abatti Abel.

– Quando se fala de arbitragem parece que você está fugindo dos erros. Mas a arbitragem foi um desastre, não ajudou o jogo a se desenvolver. Não é reclamação por gol. A única reclamação grave que eu tenho é da cobrança rápida de falta em um lance que não se pode parar. Ele picotou o jogo todo, isso estragou o confronto. Você pode ver que ficou todo mundo irritado, dos dois lados. Não tem ninguém feliz. Quando a arbitragem é ruim, tem que falar. A gente é criticado quando as coisas vão mal. Infelizmente, o árbitro não foi bem. Se não me engano, é o mesmo árbitro que apitou nosso jogo contra o Campinense, já tinha sido um desastre, continuou um desastre – falou Ceni.

+ Para saber tudo sobre o São Paulo, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Por fim, Rogério Ceni agora foca sua atenções na Copa do Brasil. Já que, na próxima quinta-feira (12), o São Paulo enfrenta o Juventude, na Arena Barueri, pelo jogo de volta da terceira fase da competição. Aliás, o duelo acontece longe do Morumbi, pois o estádio receberá show do Metallica dois dias antes da partida.