Santander fecha primeiro semestre com R$ 2,7 bilhões na carteira de home equity

O Santander Brasil fechou o primeiro semestre de 2021 como líder no mercado de home equity, com 26% de participação. O UseCasa, empréstimo com garantia de imóvel do Banco, registrou aumento de 32% do saldo em carteira no período, atingindo R$ 2,7 bilhões, maior volume entre os bancos privados. A produção fechou o semestre com crescimento de 31% na comparação com o primeiro semestre de 2020, e o volume de concessões avançou em todas as regiões do país.

A região Sul fechou os primeiros seis meses do ano com volume de R$ 99,8 milhões em concessões, um aumento de 4,6% na comparação com o primeiro semestre de 2020.

“O crédito com garantia de imóvel, bastante consolidado em outros mercados, tem ganhado cada vez mais protagonismo no Brasil. O produto oferece liberdade e facilidade ao contratante, permitindo que um bem conquistado ajude na realização de algum sonho futuro – com o dinheiro, o cliente pode quitar empréstimos mais caros, se reorganizar financeiramente, reformar a casa, abrir um negócio ou investir em estudos, por exemplo”, avalia Sandro Gamba, diretor de Negócios Imobiliários no Santander Brasil.

No Santander, é possível utilizar imóvel próprio ou de terceiros, e o empréstimo parte de R$ 30 mil e chega a até 60% do valor do imóvel, com prazo de pagamento em até 20 anos. Com taxas fixas a partir de 0,95% ao mês, sem correção, o crédito com garantia de imóvel oferece as melhores condições entre as linhas e produtos de empréstimo para uso do recurso sem destinação específica.