Sem redução salarial, Cruzeiro não contará com Sidnei, aponta portal

Seguindo com a proposta de readequação orçamentária no clube, para a próxima temporada, o Cruzeiro não deve contar com o zagueiro Sidnei, anunciado como reforço celeste no dia 13 de dezembro. Isso porque, o defensor é bem cotado em outros clubes e não aceitou a redução salarial de até 60%, proposta pelo clube.

Leia também: Por negar readequação salarial, Ramon deixará o Cruzeiro, aponta portal

A informação, divulgada inicialmente pelo repórter Guilherme Macedo, do ge.globo, diz ainda que André Argolo,  secretário-geral do Cruzeiro, comunicou a decisão ao staff do jogador na manhã desta quarta-feira (29). O pré-contrato de Sidnei havia sido feito sob a batuta do diretor de futebol Alexandre Mattos, que também deixou o clube após a chegada de Ronaldo.

De acordo com aquilo que Jorge Machado, empresário do jogador informou à Globo, sem o cumprimento do acordo, o departamento jurídico de Sidnei tomará as medidas cabíveis. Vale ressaltar que, antes de acertar com o Cruzeiro, o defensor tinhas outras propostas em mãos. A equipe liderada por Ronaldo, por sua vez, segue avaliando os contratos e a expectativa é de que mais jogadores sejam dispensados.