SESI – SP supera desfalcado Campinas e leva série para o terceiro jogo

Jogando fora de casa, o SESI – SP precisava vencer a partida diante do Vôlei Renata para prorrogar a série de quartas de final. Para o Vôlei Renata era vencer e esperar o adversário da semifinal mas, sem o ponteiro Adriano, que desfalcou a equipe após um entorce no tornozelo, viu o adversário vencer a partida por x sets a x, parcias de 23 a 25, 16 a 25 e 19 a 25, e prorrogar a série para mais um jogo.

BRILHO DE DARLAN E VICTOR BIRIGUI

Mesmo sem o ponteiro Adriano, lesionado, o Vôlei Renata entrou na partida apostando na força do seu elenco. E a partida começou equilibrada, com o time da casa não sentindo a ausência de um dos seus principais jogadores. Do lado do SESI – SP, os jovens brilhavam. Na virada de bola, a segurança era o oposto Darlan, enquanto Victor Birigui apoiava com bloqueios providenciais em Evandro, que fizeram com que o time visitante abrisse vantagem no placar.

A partir dessa vantagem conquistada através de bloqueios, o SESI – SP não desperdiçava as chances que a partida apresentava, ao passo que o Vôlei Renata não conseguia aproveitar os contra – ataques que foram proporcionados pelo adversário. Com isso, Darlan comandou a vitóra na primeira parcial, fechando o set em um lindo ataque: 23 a 25.

MATURIDADE PAULISTA

Diante da vantagem conquistada na primeira parcial, o SESI – SP não deixou o adversário crescer na volta para o segundo set e logo no inicio da parcial, abriu vantagem. Com o placar favorável, os comandados de Anderson Rodrigues jogavam soltos e aproveitando todas as chances. O central Léo, já havia se destacado no set anterior, foi o coração da parcial que teve ampla vantagem da equipe do SESI – SP e foi conquistada pelos visitantes por 16 a 25.

O terceiro set seguiu no mesmo ritmo do set anterior. O Vôlei Renata ainda se manteve no jogo por parte da parcial, mas, diante da regularidade e maturidade do SESI – SP, o time dos comandados por Marcos Pacheco pouco pode fazer. Contando com noite inspirada de Victor Birigui e de toda a equipe paulistana, o Vôlei Renata viu o adversário devolver o placar de três sets a zero, aplicado por ele na partida anterior, após os visitantes fecharem a terceira parcialem 19 a 25.

O Troféu Viva Vôlei ficou com o oposto Darlan, que foi o maior pontuador da partida com 24 pontos e apenas dois erros de ataque, com um excelente aproveitamento. A próxima e decisiva partida da série será disputada no ginásio da Vila Leopoldina, casa do SESI – SP, às 19 horas. Quem passar, irá enfrentar o vencedor da série entre Minas Tênis Clube e FUNVIC/Natal.