Steelers vencem Bears, ganham a quarta seguida, e se mantêm firmes na briga por playoffs

O Monday Night Football da semana 9 da NFL terminou com a vitória do Pittsburgh Steelers (5-3) sobre o Chicago Bears (3-6) por 29×27, no Heinz Field, na Pensilvânia. O resultado mantém o time de Mike Tomlin no segundo lugar da AFC Norte e na briga pela pós-temporada. Já com a derrota, os Bears se complicam porém se animam ao ver a melhor partida de Justin Fields na NFL até aqui.

E que jogaço! No começo, parecia que os Steelers dominariam a partida do começo ao fim. Afinal, o time conseguiu abrir dois touchdowns de vantagem no começo do jogo. No primeiro, Najee Harris entrou na endzone ao correr 10 jardas em um drive marcado por um passe de 26 jardas de Big Ben para Chase Claypool. 

Já o segundo TD começou com uma interceptação de Cameron Heyward em uma bela jogada de pressão do pass rusher, que pulou na frente de Fields para conseguir desviar e agarrar a bola. Na sequência, ao conseguir entrar na red zone para aproveitar o turnover, Big Ben teve muito tempo no pocket para achar o TE Pat Freiermuth na endzone. 14×0.

A partir daí a defesa dos Bears começou a forçar punts para que Justin Fields pudesse fazer jogadas e assim tentar se aproximar dos Steelers no placar. E o calouro começou a aparecer. Com passes bons para o TE Cole Kmet, conseguiu ao menos posicionar o kicker brasileiro Cairo Santos para colocar três pontos no placar antes do intervalo. 14×3.

No começo do 3º quarto, mais uma vez o quarterback calouro de Chicago conseguiu fazer boas conexões. Fields achou Marquise Goodwin para um ganho de 50 jardas e colocou o time na red zone. O QB, em certo momento, chegou a achar Jimmy Graham para o TD, mas as zebras marcaram uma falta pessoal que anulou e voltou a jogada. Os Bears foram forçados a chutar um FG para colocar a partida em apenas uma posse de bola. 14×6.

Big Ben logo quis dar a resposta e, no drive seguinte, conseguiu achar belo passe para James Washington que logo colocou os Steelers perto da red zone. Em seguida, o veterano novamente achou o TE Pat Freiermuth, que anotava seu segundo touchdown partida, aumentando a diferença no placar para 20×6.

Mas os Bears não estavam mortos. Justin Fields deu prosseguimento a seu ótimo jogo e fez bons passes para Darnell Mooney e Jimmy Graham para colocar o time na linha de 15 jardas. Mooney, correndo com a bola, entrou na endzone e aproximou o placar em 20×13. Porém, em boa posição de campo logo na sequência, os Steelers novamente conseguiram marcar pontos. Dessa vez, com um chute de Chris Boswell de 55 jardas. 23×13.

A defesa dos Bears, nesse momento, fazia uma boa partida. Seja conseguindo parar descidas curtas ou com sacks. Mas, o segundo TD de Chicago veio de um jeito mais inusitado. Em um punt graças a grande sack de T.J Watt para os Steelers, Ray-Ray McLoud soltou a bola no retorno e DeAndre Houston-Carson conseguiu recuperar e correr até a endzone. 23×20.

Quem não estava à altura dessa partida era a arbitragem, que marcou faltas questionáveis que podem ter feito a diferença no jogo. Uma delas foi uma falta de taunting de Cassius Marsh, que anulou um sack e resultando em mais um field goal do time da casa. 26×20.

Perto do two minute warning e com pressão nas costas, Justin Fields conseguiu grande passe para Allen Robinson para colocar os Bears na linha de 11 jardas do ataque. Em seguida, o QB conseguiu achar Darnell Mooney na endzone, que também anotava seu segundo TD na partida, virando o placar para os Bears. 27×26

Ainda com 1:46 no relógio, Big Ben conseguiu posicionar Boswell para um chute de 40 jardas depois de um bom avanço com Diontae Johnson. Chute certeiro e placar em 29×27. Na sequência, com pouquíssimo tempo no relógio e sem tempos para pedir, Justin Fields permitiu que Cairo Santos chutasse um FG de 65 jardas, o que seria o maior do brasileiro na carreira. O chute acabou saindo curto e os Steelers saíram com a vitória.

Pittsburgh vai a quinta vitória na temporada (a quarta seguida) e continua firme na briga por playoffs na AFC. Pelo lado dos Bears, é hora do time se conformar com a sexta derrota e focar na boa atuação de Justin Fields, que mostrou ser o QB promissor que entrou no último draft. Na próxima semana, Chicago descansa na bye week enquanto os Steelers recebem o Detroit Lions.

Siga o Esporte News Mundo no Twitter e no Instagram.