Sucesso dos palcos cariocas, ‘Diário de um Louco’ reestreia no Festival de Teatro de Curitiba

Em curta temporada, espetáculo estreia dia 31 de março, no Centro Cultural Espaço de Arte.

Sucesso dos palcos cariocas, 'Diário de um Louco' reestreia no Festival de Teatro de Curitiba
Fotos: Rodrigo Gonçalves

A história de um funcionário público de existência insignificante, explorando o limite entre a vida real e a vida desejável. Esta é a premissa do espetáculo “Diário de um Louco”, que entra em cartaz no Centro Cultural Espaço de Arte, a partir do dia 31 de março dentro da programação do Festival de Teatro de Curitiba. A temporada segue nos dias 1, 2, 7, 8 e 9 de abril (qui a sáb), sempre às 19h.

O monólogo adaptado de um conto escrito por Nikolai Gogól (1809-1852), acontece em São Petersburgo e conta a história de Aksenty Ivanovich Propritchine. Um funcionário público, com uma vida pobre e solitária que se refugia em seus delírios psicóticos, onde sua sanidade deteriora-se gradativamente. Para escapar da auto conclusão miserável que é a sua vida, inconscientemente cria para si situações fantasiosas e adquire novas identidades, que evoluem até tornar-se um rei.

Sucesso dos palcos cariocas, 'Diário de um Louco' reestreia no Festival de Teatro de Curitiba
Fotos: Rodrigo Gonçalves

A obra, é encenada por Fábyo Rolywer, que tem em sua carreira mais de 30 espetáculos teatrais.

 “A minha motivação e conexão com o tema primeiramente foi trazer uma peça teatral que chamasse para esse entendimento de que o mundo precisa se olhar e se ouvir mais. Há muita gente precisando falar e ser ouvida, ser notada”, ressalta Fábyo Rolywer ator da montagem.

Sucesso dos palcos cariocas, 'Diário de um Louco' reestreia no Festival de Teatro de Curitiba
Fotos: Rodrigo Gonçalves

Mesmo com mais de 100 anos após a sua morte é importante relembrar a importância de se montar Nikolai Gogol nos dias de hoje. O grande autor é conhecido principalmente por textos reais e modernos para sua época. Hoje seus textos são muito reconhecidos como “atemporais”, parece que foram escritos nos dias de hoje.

 “As pessoas precisam assistir essa peça pois mesmo sendo um texto do século XIX, ainda traz reflexões super atuais, principalmente em relação à necessidade de empatia e escuta nas relações”, finaliza Fábyo.

Serviço:

Dias de apresentação: 31 de março, 1, 2, 7, 8 e 9 de abril. (De quinta a sábado)

Horário: Todos os dias 19h.

Local: Centro Cultural Espaço de Arte| Rua Alberto Folloni, 1534 – Juvevê

Telefone: (41) 3015-6320 / (41) 9 9587-1211

Classificação: 12 anos

Ingressos: R$30 (inteira) / R$15(meia)

Ficha Técnica:

Texto: Nikolai Gogol

Atuação: Fábyo Rolywer

Direção: Rodrigo Souza

Iluminação e Arte: Dans Souza

Trilha Sonora: Federico Puppi

Assessoria de Imprensa: Leandro Bertholini e Giovanna Bombardelli

Produção: Na Real Cultural